Dados sobre obesidade | Este post pode abalar um pouco suas estruturas


A obesidade tem sido uma das coisas que mais preocupa os órgãos de saúde no mundo inteiro. E aqui no Brasil, ela tem tomado proporções preocupantes. Se você acha que isso não tem nada a ver com você, sugiro que veja os dados sobre obesidade que vou apresentar aqui neste post.

Você se olha no espelho e vê a barriga cada vez um pouquinho mais saliente, mas sempre pensa que dá para disfarçar e que isso não é nada tão grande para se preocupar. Depois, é aquele jeans justinho que já está apertado demais para usar, mas você acaba se convencendo de que ele encolheu ou que já está velho demais para usar.

O tempo passa mais um pouco e você percebe que, de fato, ganhou peso, mas quem não engorda com o tempo? Além do mais, quem tem tempo para fazer alguma atividade física trabalhando o dia inteiro? Mesmo assim, isso não é nada tão alarmante, pois você ganhou peso, mas ainda está bem longe da obesidade.

E todos os dias você sente as consequências da vida sedentária: andar mais de um quarteirão já é o suficiente para cansar. Subir escadas, então, já te deixa ofegante. Fora isso, quase nada do guarda-roupa ainda serve e você começa a gostar menos da sua imagem no espelho. Os convites para a praia são cada vez mais recusados porque você não quer exibir o que as roupas frouxas estão cobrindo (ainda) com sucesso.

Mas ainda assim, não é nada para se alarmar, afinal, você está só um pouquinho acima do peso, mas não está obeso, certo?

Errado. Na verdade, o perigo já entrou na sua vida e você nem se deu conta disso.

O perigo da obesidade está mais perto do que imaginamos

obesidade q48

Já é algo do ser humano achar que os problemas sempre acontecem com os outros. Os outros vão ter câncer por fumar demais, os outros vão provocar um acidente por beber e dirigir, os obesos vão ter problemas de saúde em decorrência do excesso de peso, os outros é que vão ficar obesos…

Se você já teve que mudar a numeração da calça, já não tem mais disposição para nada e tem dado cada vez mais desculpas para comer aquele brigadeiro com mais frequência, é meu dever alertar: você já pode estar com sobrepeso e estar no grupo de risco das pessoas com obesidade.

Você pode achar que não vai deixar as coisas chegarem a um ponto crítico e que tem controle sobre seu próprio corpo, mas se você parar para pensar um pouquinho, vai perceber que essa é a mesma desculpa que o seu amigo fumante dá o tempo inteiro quando alguém reclama que ele já está acendendo “só mais um cigarro”.

Antes que as coisas cheguem a ponto em que vai ser muito mais difícil de consertar, é melhor tomar uma atitude.

Alguns dados sobre a obesidade que você precisa saber

q48 obesidade

Nunca os dados sobre obesidade preocuparam tanto os órgãos de saúde como atualmente. Nos últimos anos, o número de pessoas com excesso de peso cresceu e já atingiu os 52,5%, ou seja, já é mais da metade da população! Em 2006, esse número era de 43%. Além disso, é preciso salientar que 17,9% da população está obesa, e esse é um número extremamente preocupante, pois a obesidade está fortemente ligada a doenças crônicas, como hipertensão, diabetes, doenças cardiovasculares e câncer. Essas doenças crônicas, por sua vez, respondem por 72% dos óbitos do Brasil.

Indo um pouco mais a fundo nesse mapa, a predominância do excesso de peso está nos homens, que são 56,5% das pessoas com excesso de peso, mas as mulheres não ficam muito atrás, com 46,1% da parcela, ou seja, o desequilíbrio não é grande. O que significa que esse assunto muito interessa ambos os gêneros.

Entre os jovens, a prevalência do sobrepeso é menor em relação às pessoas com idade de 35 a 64 anos, porém, como eu acabei de dizer, o número de pessoas com sobrepeso cresceu 23% nos últimos 9 anos, o que é um número alarmante.

Além disso, 20% da população está com colesterol alto e, quanto maior a idade, maiores são os índices. O colesterol alto, como você sabe, está fortemente ligado a doenças cardíacas, infartos e, consequentemente, a óbitos. E o colesterol alto, você sabe, está ligado a uma má alimentação, composta por comidas processadas e gordura em excesso, e consequente sobrepeso. Isso significa que quanto mais se deixa para depois, pior o quadro vai ficando.

Essa, infelizmente, é uma realidade que se distribui quase igualmente por todos os estados do Brasil, o que indica que há algo de errado em nossa alimentação diária e que precisa ser mudado o mais rápido possível.

A principal arma contra a obesidade e o sobrepeso

q48 funciona

Não tem jeito, para combater o excesso de peso e manter o corpo saudável é preciso se mexer. E nesse momento você já deve estar querendo parar de ler esse texto porque seu dia é sorrido e você não tem tempo pra isso, nem disposição para acordar mais cedo. E eu entendo perfeitamente que trabalhar o dia todo é bem cansativo no final do dia. Mas antes que você desista da leitura, deixa eu te mostrar mais algumas informações importantes.

A atividade física é um forte fator de proteção contra as doenças crônicas que citei mais acima (diabetes, obesidade, hipertensão e doenças cardíacas). Ok, talvez disso você já saiba ou pelo menos fazia ideia, mas talvez o que você não saiba é que o sedentarismo é o quarto fator de risco de mortalidade global, causando cerca de 3,2 milhões de mortes por ano no mundo, segundo a OMS. Ou seja, não tem jeito, tem que mexer o corpo.

Isso não significa que você tenha que passar 1h na academia

Embora seja o que a maioria das pessoas faz, seja correndo no parque ou na academia, a verdade é que a ciência já provou que 15 minutos diários de exercícios de ala intensidade já podem ser o suficiente para combater o colesterol alto, o risco de doenças cardíacas e emagrecer rápido, obtendo o resultado de 1 ano de academia em apenas 8 semanas.

O exercício intervalado de alta intensidade é tudo o que você precisa para acelerar o seu metabolismo e queimar gordura mesmo estando em repouso, e para fazê-lo você não precisa de mais do que 15 minutos. Ou seja, dá para fazer até na hora do almoço e o melhor: você não precisa de nenhum aparelho, a única ferramenta é o seu próprio corpo. Além disso, a outra boa notícia é que o espaço do seu quarto é o suficiente para fazer os exercícios.

Pessoalmente, fiquei muito impressionado e preocupado quando vi esses dados sobre obesidade, ainda mais levando em conta minha profissão. Por isso, tomei como missão transformar 1 milhão de vidas através do emagrecimento até 2019. Meu objetivo é fazer com que pessoas atarefadas com você afastem de vez o fantasma da obesidade e voltem a ter a autoestima lá em cima.

Quer saber como isso é possível? Então confira essa grande oportunidade que eu preparei para você e faça parte da comunidade que está revolucionando o emagrecimento no Brasil!

Forte abraço e até a próxima!

 

*Os dados apresentados neste artigo são da ABESO e podem ser conferidos no site oficial.

 

 

 


COMPARTILHE

Comentários:

Deixe seu comentário